terça-feira, 26 de agosto de 2014

moietymoiety – 110




agora que sou homem
posso me coçar na rua
e foder meio melão
como quando sempre quis
foder uma galinha até o meio
como quando sempre quis




(série do larCavoDica a ser postada também aqui)









§§§









inda chorando a 
juntadinho de poemas meus para a edição 47 
(gadicidimais, Mariza, Silvana!)




e na Coyote número 25/ Kan Editora (Obrigada aos meninos uivantes, Rodrigo Garcia Lopes, Marquinhos Losnak, Ademir Assunção)!
Distribuição nacional (BooksMania, Livraria Cultura, Livraria Saraiva, Livraria da Travessa) pela Editora Iluminuras





Nenhum comentário:

Postar um comentário