quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Nichos/ 1998,14 de Julhooo





quero dizer coisas bem pequenas e subjetivas sobre o meu amor por ti. ainda hoje direi assim e assim. olha a minha franja como fica por essa época. eu não sou desse jeito. os céus abertos no cemitério e os pombos, também aqui, no cemitério. nessa época eu ia comprar flores com meu pai. quando ele morreu eu me lembrava, como me lembro nessa época, dessas épocas de comprar flores com meu pai. não vá querer que eu chore. espere. já vou dizer. já está para sair. veja a minha franja, nessa época. vir e ficar e fazer votos. uma coisa bem subjetiva e pequena é esse suspiro que faço só por ti: bandiiiiido. 
agora deixemos meu defunto pai dormir. vem. tenho mais coisinhas pra te dizer.










§§§














Um comentário: