quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

игрушки/ Soldados.Pedras.Massa de Farinha.Barro.Pano. – 15




imputável a palavra da boca
a boca da língua
a linguagem na íngua no verbo 


ai, não diga BELLYBUTTON sem jogar-me fogos à região
quero e não revogo minha condição molenga
extrema, sublingual para conter-me em risos


/ando a rir entre os Borges teus, ai, esses Borges teus/ 


amor, meu botão da barriguinha foi-se que foi
mal acostumado, mal costurado
de cor intragável 


/pequenino foço de alusões pedófilas/ 


e em área remotamente errada
era de ser brinquedo de chás e colherinhas e lã e retalhos com flor
sou agora
sou-me a ti
amputável boneca
e sim
podes me chamar BABY DOLL
que eu atendo

quereria fazer um chá
e vou sorrir
e vou chorar dizendo
             también es como el río interminable
             que pasa y queda y es cristal de un mismo
             Heráclito inconstante, que es el mismo
             y es otro, como el río interminable*









*trecho final de Arte poética
Jorge Luis Borges, El Hacedor (1960)






Nenhum comentário:

Postar um comentário