terça-feira, 8 de janeiro de 2013

PELICULARES/ Nichos to Blow up on – 7








todo o mundo vai jazer em ti
como a este filme antigo
ela, tu, tua bicicleta

/pois que o advento com rodas
 sob a moça
 jamais se teria/

em atividade de tempos entrecortados
como num filme ancestralíssimo
de vibrações e pixels frente à praia de gentes
misturados, os pixels
e levantar-te dum tombo
e cantar suas fotos
as imagens vertiginosas que pode uma só linha da mão
misturados, os pixels

/androides são gruas, grotas, grutas que quero dizer/

oferecidas ao vento
elevada, uma lâmpada japonesa
linda

/pois que o filme é noir
 feito cebola
 feito cebola caindo a grota/

vir dizer e não falar
da morte
da idade 
camadas, quero dizer
feito cebola
de entortados aros
e pelos
agora sim
pólos
trazer memórias para a tua
distante, tão perto, feito a cebola
vocês ao fogão na imagem com plaqueta:

HÁ UMA TRILHA
ESTA PEDRA SOBRE A TUA SOMBRA
E LÁ
IREMO-NOS REVELAR

linda, a imensidão 
luminária japonesa
uma praia antiga
a bicicleta arcaica
o batom moça-de-coração

carimbando todo teu dorso, tua vez, tua vez vai ralando
prometendo-te a eternidade das ostras
vai nacar
já já 
nacarado estará 

/subsídio de inundar esta teia de vidas
 escalar formigas para a areia
 mais gentes para os barquinhos encalhados/

/esse mar/
/esse/

zumbe o dirigente
degenerado carinhoso

/esse não devia estar ali/ 

 e há um apenas
 e há após o mar
 bicos
 picos
 a bicicleta 
 o filme que não 
 camadas em lâminas

eu quis dizer cebola e disse grota

bicyclette andalusia
oignon andalusia
caverne, grotte andalusia 
affection
coupé mes yeux ce matin

/s'il vous plaît/

coupé mes les yeux
ce matinè
suis fatigué de la matinée
coupés
coupés

chamuscado de gentes
o regenerador de amplitudes
desobedece ao governo da casta 
 /já disse das camadas?
  feito cebola?/
morrendo aos breves 

refaire le piétinement jusqu'à

inda a plaqueta final:

NÃO DEU PÉ
QUEIRAM ENCAIXOTAR MINHA MÃO
DUM TUDO É JANELA
ESCALAR MAIS FORMIGAS PARA A AREIA
REFAREMOS O ATROPELAMENTO
FEITO CEBOLA
ATÉ QUE O FILME SE DÊ POR SATISFEITO
REFAREMOS O ATROPELAMENTO
REFAREMOS O ATROPELAMENTO REFAREMOS 
E ATROPELAMENTO






Nenhum comentário:

Postar um comentário