terça-feira, 4 de dezembro de 2012

PELICULARES/ Nichos to Blow up on – 5

     Com amor, boca, saliva e bafo, para Week-end e para Jean-Luc Godard.

video



     Week-end é um filme lindo sobre engenharia, engenharia orgânica, amor e engenharia acidental e, sobretudo, Week-end é um filme sobre a revolução e evolução da involução Francesa, como que mundo. É um filme sobre maquinas e sangue, ou seja, é um lindo filme sobre evolução, engenharia e revolução, feito coelho morto, pelado, involuntário. É um filme quebrado. E lindo. Lembrando “àqueles que não queriam mover André Breton, só porque ele estava morto”. É um filme sobre evolução e engenharia. Gramatical, inclusive. Quebrado. Feito porco acidentado na frigideira. E lindo. Involuntário.






§§§






(detesto desculpar (bem como detesto agradecer elogios aos posts. penso que, de alguma forma, os elogios não são para a Carla.), mas o filme junto ao post aqui, tem essa resolução como propósito e c'est-fini.)




Nenhum comentário:

Postar um comentário