quarta-feira, 28 de novembro de 2012

cabaças/ como explica o que dança em Pina – 1



         para Pina Bausch e para tudo o que dança em Pina.




seriam cubos de gelo
lascas de rocha
pedras de rua
seria coisa de gente
não fossem gotas moldadas no cuspe
que desaguam das pontas dos dedos de Pina

pequenos embrulhos
perigos supurando outros
conservados
nessa espécie de âmbar caseiro
o cuspe

roxos estados de estar de estar e de tanto vir a ser
rosas-marinhas 
na extensão do que rosas-marinhas inchadas
voando duro a ponta de cada fio
de cada cabeleira
como explica o que se dá aos ângulos das costelas todas de Pina

ai, as costelas de Pina
a espinha de Pina na garganta de quem engasga os olhos
os olhos que já não podem mais e querem e não cessam desejar
e cospem a Pina

a Pina
esta que seria
lasca de gente

coisa-marinha






Nenhum comentário:

Postar um comentário