sexta-feira, 21 de setembro de 2012

PARLATÓRIO/ A Escultura, O Escultor – encomenda n°17



uns rangidos pela casa,
ela sabe,
é o homem mau
exímio em tudo o que for barulho, rangido, pandemônio,
empurra-empurra nas mínimas frestas.
a mulher enlouqueceria
mas não
da janela
vai contando estrelas 
folhas que caem, pedrinhas que rolam
espera que um beija-flor se atire e morra ao vidro baço
momento exato em que homens maus deixam de ser maus.






    e deste estudo, partiu Aldo a crescer a encomenda da estatua dum homem triste, porque foi mau, e com asas, porque lhe caberia bem ser triste e com asas, pois que foi mau.



Um comentário:

  1. esse homem mau tem de mover os pés fora do corpo que a pisada dele não deixa marca e ainda machuca!
    beijoss

    ResponderExcluir