sexta-feira, 14 de setembro de 2012

BÜCHER/ esse sim, esse não – 1



 (BÜCHER, não butcher, é uma série dedicada aos livros de minha afeição.)







   estou na livraria, como guiaste-me, corpo dúbio.
ante um livro chamado LLO*.
as frases, interrompidas por outras
convergem-se a um rumo só e então a outros, outras.
finalmente pisco para uma pulsante agonia 
onde uma casa passa a existir.
eu sou suas paredes e portas.
sou suas janelas.
e através dos meus doídos olhos
as memórias que a habitam
podem insistir, fazer sombras.
minha carcaça espreme todos os meus órgãos
até a borda.
é uma imolação da qual adoro
pois que meu coração, ao livro, escapa em suor e odores pelos canais lacrimais.
sinto-me morta e viva e acossada por uma manada de búfalas que, até então, não havia.
vou morrer.
estou na livraria, como fui guiada
e sei que estou para morrer pisoteada.
queria estar vestindo algo mais apropriado.
queria não ser LLO e não estar.
estou guardada e estou guardada a morrer LLO.
não suportaria não morrer a essa altura e sendo LLO.




*LLO ainda não existe, parece.




     §§§











Nenhum comentário:

Postar um comentário