segunda-feira, 21 de novembro de 2011

PISCA-PISCAORACULAR/ orbes-de-artifício - 5







tocamo-nos e a Noite,
das mãos que nos escorrem sob a escuridão,
indo por entre, inda por sobre os sulcos dos dedos nessa Musica, conforme o Dia a tocar-nos desse Chão, dança como quem dança pela primeira Vez pairando o influente lustre que é a nossa cidade, correndo o Primeiro descendente Risco arado dum rubro salto-alto ou Presa à Cintura do Dia, Chorinho Entre as Mãos.

4 comentários:

  1. Mimi,

    tem suco derramado pela casa toda. Depois do dilúvio, o meu estudo em ter com o mergulho e a raiva dos cachorrim. Já léim volto.

    Sua
    Dídi.

    ResponderExcluir
  2. essas mãos que escorrem já nos empurram!
    beijoss

    ResponderExcluir
  3. saltos quânticos, no verbo feito luz de música.

    ResponderExcluir
  4. Luz e musica, conjugação perfeita.

    Bjs!!

    ResponderExcluir