quinta-feira, 20 de outubro de 2011

REZADONICHOPESCADÔ/ Tantas Ruínas Dantes, Tanto Haverá




no cavo do chapéu da noite
tanta de mar
onde havia nevoeiro aos tonéis
donde haverá
nevoeiro a baldear
tanto de véu, todavia de nada
a tapar-me da pesca
o menino d’água
rebuscado tanto ao todo de mim
erguendo tijolos e mais de tijolos tantos
alçando do muro a separar
tanto do tanto mar de tanto do tanto amar





Um comentário: