sábado, 30 de julho de 2011

Nichos/ PetNicho VII




à sombra
esse boi que me olha do olho da tua lábia
na aureola da tua ruminada palavra, me olha
e me vê como quem vê pasto nesse porquê:
teu prado,
minha lambida vida, teu agudo rabo balouçando minha sombra,
perseguida ida, à sombra, dividida.


Um comentário:

  1. Imagens e texto que parecem um só. Ambos fortes e em intenso movimento.
    Beijoss

    ResponderExcluir