sábado, 5 de março de 2011

Nichos/ Meleca



– Pai Celeste,
faz do meu orgulho,
esse esqueleto de bobagens,
uma coisa minguando
numa caixa enterrada no piche
de consistência mais pichosa.
E amém. –
 Pronto.
 Aí o medo é conduzido a um nicho super lacrado.
 Mas não impossível.

Um comentário: