terça-feira, 1 de março de 2011

Nichos/ O Centésimo




O centésimo nicho,
seria de fogo e a mim, me molharia até hoje.
Os timbres e os meus graves, gravíssimos micro-nichos em mim, em nós.
Parecidos a mirtílos cristalizados
 vitrolas congeladas naquela musica de nós.
Sim! E nuvens!
Haveria tanto de nuvens que
 repousariam uns sóis, faísca por faísca, sobre o canto luxurioso.
O centésimo seria meu, dele e de um só fresco deslizar de agulha na garganta de Chet Baker.

Um comentário:

  1. Achar um nicho só para mim seria fantástico. Enquanto isso, confisco um pedacinho dessa sua nuvem-de-várias-formas.

    ResponderExcluir